segunda-feira, 8 de junho de 2009

Orquídea



Vestiu branco da cabeça aos pés para ir ao enterro de sua mãe. Não usava roupas pretas. A única coisa que tinha nas mãos era uma tolha bordada com seu nome. Orquídea sem acento agudo, da forma que ela costumava assinar.
Parecia uma mãe de santo com aquele vestido longo de verão até os tornozelos. Sentada, seu rosto era um nada que continha tudo. Não derramou uma lágrima sequer aquele dia. Mesmo quando descobriu o véu do rosto de sua mãe, apenas olhou e passou a mão sobre as rugas daquele rosto tênue e suave daquele corpo morto.
Fez um gesto para que os coveiros levassem o caixão. Não acompanhou o corpo. Alguns disseram que a viram derramar uma lágrima por um momento mas ninguém tinha certeza do fato. Sentou em um dos bancos e ficou ali até que o dia escurecesse.

13 comentários:

  1. Com Certeza que seu blog merece mais popularidade, ADOREI o blog.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o texto, achei triste, existem muitas pessoas que reagem assim, um abraço que Deus te ilumine sempre.

    ResponderExcluir
  3. Não entendo isso de ter de ir de preto ao velório... acho uma formalidade imposta das mais imbecis!!(pra ser o mais sincero possivel, desculpe a grosseria)
    Vai saber o histórico dessas duas não é mesmo... não é pq se trata de uam morte, que as lágrimas se fazem necessárias... ao menos no momento, com um monte de gente olhando... : (
    .
    http://bloggalemdoqueseve.blogspot.com
    .

    ResponderExcluir
  4. Muito bacana o texto !

    O Blog é meio obscuro rs, mas curti muito.

    Abraço

    ResponderExcluir
  5. Texto meio frio, um blog meio q gótico sei lá!
    Mas tá legal!!!

    Notícias, Fatos, Desinformação, Bizarrisses...
    .
    http://leonardobslima.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. O mundo precisa de poesia!
    Seus textos agradam aos meus olhos e seu blog enche meu coração!
    Parabéns!

    Amei seu blog e to seguindo vc!
    Passa lá no meu blog e se gostar me segue...
    www.alinepaim.com

    ResponderExcluir
  7. Com certeza a idéia de ir de branco é o que todos deveriam adquirir. A pessoa morre mas não em nossos corações.' O branco significa paz... serenidade... o preto, é muito forte... muito negativo... O texto ficou extremamente ótimo! Você tem o dom das palavras ;*

    =* Queria agradecer pela presença no meu blog, e pelo comentário... daqui 4 anos pode me procurar sim! (risos). beijos.

    ResponderExcluir
  8. Como sempre nos últimos 3 texto, triste simples e perfeitamente escrito.
    Gosto bastante dos seus textos.
    passa la no meu blog

    http://comosefosseverdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Adorei o texto. Tem pessoas que não conseguem entender a mensagem nele dito. É de uma sencibilidade incrivél. Não é triste e sim mostra uma certa realidade......

    ResponderExcluir